Diástase dos músculos abdominais – o que é?

Conheça melhor a Dra Karin Sumino
21.06.2019
Dúvidas mais frequentes sobre Rinoplastia
18.07.2019

Existem vários músculos na região do nosso abdômen, e os principais são os músculos retos abdominais. Esses músculos são duas faixas achatadas paralelas, verticais, que encontram-se próximos da linha média do nosso corpo.

Quando esses músculos se afastam da linha média do corpo, ocorre o que chamamos de Diástase dos Músculos Retos Abdominais.

Por que a diástase dos músculos abdominais acontece?

Esta condição ocorre quando há o enfraquecimento e afastamento dos músculos abdominais.

Na maior parte dos casos, mulheres que já tiveram gestações prévias são as principais portadoras de diástase. A explicação é fácil: durante a gravidez, o útero se expande conforme o feto cresce, forçando a parede do abdome e, consequentemente, os músculos abdominais. Assim, os músculos acabam se afastando para acomodar melhor o aumento do volume abdominal.

A diástase pode se manifestar ao longo da gestação, porém é mais comum no período pós-parto. O risco pode aumentar quando a mulher já teve outras gestações ou deu à luz a gêmeos ou trigêmeos, ou também em casos de aumento de peso acima do recomendável na gestação.

Mas elas não são as únicas que podem sofrer com o problema. Pessoas com idade igual ou acima de 35 anos que sejam obesas e os que fazem exercícios físicos sem acompanhamento de um profissional especializado também estão no grupo de risco.

Quais são os sintomas?

Acompanhe os principais sintomas:

  • Barriga protuberante ao fazer algum movimento que force os músculos abdominais, como sentar, levantar e tossir;

  • Dor na região lombar;

  • Dor nas nádegas ao fazer o movimento ou imediatamente depois;

  • Etc.

Também é possível fazer um autoexame para descobrir algum espaçamento no abdômen. Ele é simples e rápido. Confira:

  • Deite-se no chão ou em outra superfície firme e reta;

  • Faça um movimento como se quisesse aproximar a testa de seus joelhos, flexionando um pouco do tronco e pernas;

  • Fique nesta posição e passe os dedos na parte central do abdômen, onde passaria a linha imaginária que citamos. Sinta se há algum espaçamento anormal nesta região.

Há tratamentos para esta condição?

A boa notícia é a possibilidade de reverter este quadro a partir de exercícios físicos ou intervenção cirúrgica.

Quando a diástase é considerada leve, o médico poderá recomendar ao paciente que pratique exercícios físicos, yoga e pilates para fortalecer a região abdominal.

Entretanto, quando a diástase é considerada grave, o médico poderá optar pela intervenção cirúrgica na região. Normalmente a correção cirúrgica é feita em combinação com a abdominoplastia. Clique aqui para saber mais sobre Abdominoplastia!

Durante a cirurgia, reaproximamos os músculos à linha média, através de pontos de sutura. Além disso, devemos lembrar que mesmo em casos de cirurgia, é muito importante que o paciente mantenha-se no peso adequado e pratique atividades físicas para ajudar a fortalecer a musculatura, e assim melhorar o aspecto “abaulado” da barriga.

O que fazer se suspeitar de diástase de músculos abdominais?

Procure um médico imediatamente. Se este é o seu caso, não hesite em entrar em contato conosco. Assim poderemos lhe orientar de forma mais individualizada sobre o assunto!

 

Agende agora a sua consulta!
Tel: (11) 2373-2535
Whatsapp: (11) 97379-2219

Endereços:
Rua Cel Irineu de Castro, 43 / CJ 706
Jardim Anália Franco, São Paulo – SP

Av Paulista, 91/ cj 607

Bela Vista, São Paulo – SP

Whatsapp Chat